Blog

Medo do bebê sentir dor? Conheça o furo humanizado na orelha

01/09/2019 publicado por: ahsako

Você já ouviu falar sobre o furo humanizado na orelha?

Sabemos que o furo na orelhinha do bebê é um assunto que atrai muito interesse por parte das mamães, sobretudo pelo receio do recém-nascido sentir dor.

Se em gerações passadas, era comum que as meninas já saíssem da maternidade com brinco aplicado com a popular “pistola”, com as regras atuais, é necessário o cuidado de uma especialista para a realização do primeiro furo.

Diante da proibição da Anvisa em relação ao uso de pistola em recém-nascidos até os 6 meses de vida, devido ao alto risco de gerar déficit de audição no bebê, e até mesmo de contaminação de tétano, uma solução eficaz ganha a cada dia, mais adeptos.

Se trata do furo humanizado na orelha.

Conheça melhor como funciona a técnica que ganhou a preferência, inclusive de mães famosas, como Sabrina Sato, e evite que seu bebê sinta dor durante a aplicação do primeiro brinquinho.

Furo humanizado na orelha: tranquilidade para a mamãe e para a criança

Uma das principais características da técnica humanizada do primeiro furo do bebê, é o fato de que não é necessário segurar ou prender a criança pelos bracinhos, por exemplo.

A aplicação é realizada da forma mais natural possível, até mesmo quando a criança está brincando ou durante a amamentação.

Além disso, o dispositivo silencioso é mais uma vantagem nesse processo. Ele  não causa dor, e em poucos segundos o furo já está realizado.

Benefícios do furo humanizado e cuidados importante ao escolher uma profissional da área

Para aproveitar ao máximo as vantagens e benefícios desse serviço, ao contratar uma profissional que realize o furo humanizado, fique atenta (o) aos seguintes cuidados:

  • Aguarde a bebê ter ao menos 15 dias de vida para furar a orelhinha. Somete após a liberação do pediatra que acompanha o desenvolvimento da criança, o furo poderá ser realizado com segurança;
  • Verifique se a profissional possui experiência no assunto. Via de regra, ela terá um site com amostras do serviço, e até mesmo depoimentos dos pais do bebê;
  • Prefira o atendimento domiciliar para a colocação de brincos em recém-nascidos ou crianças. Dessa forma, o bebê estará e um clima de maior aconchego;
  • Observe se a profissional que atua com a aplicação e brincos de  forma humanizada realiza o procedimento dentro das normas regulamentadas pela Anvisa;
  • Prefira uma profissional que utilize como ferramenta de aplicação, a Abelhinha Buzzy (um dispositivo que evita a dor e o desconforto);
  • Certifique-se de que a profissional lançou mão de um brinco de aço inoxidável ou ouro maciço. Esses materiais oferecer mínimo risco de infecção ou reação alérgica.

Levando estes fatores em conta, certamente sua bebê receberá todo o carinho necessário, bem como a segurança e delicadeza técnica que este procedimento proporciona.

Dúvidas? Entre em contato, será um prazer ajudar!

Tags: #Abelhinha Buzzy #especialista para a realização do primeiro furo #furo humanizado na orelha #furo na orelhinha do bebê